Por que o Uruguai tem sido a escolha de moradia de ricos argentinos e estrangeiros?

Por que o Uruguai tem sido a escolha de moradia de ricos argentinos e estrangeiros?

Por Malu Wolk

Bem-estar, qualidade de vida, estabilidade econômica e uma das paisagens mais bucólicas atraem estrangeiros endinheirados, sobretudo os hermanos argentinos.

Um país pouco atingindo pela pandemia e com o um dos balneários mais agitados da América Latina, o Uruguai desponta como um cenário promissor de investimento imobiliário e os números não mentem! É pra lá de interessante se estabelecer nessas terras amenas. 

O país tem presenciado um boom imobiliário e os motivos não são poucos: há várias incentivos que atraem moradores e investidores, planos para reter e trazer profissionais qualificados para energizar a economia; além, claro, do Uruguai contar com um excepcional sistema público de saúde que se destacou com os melhores resultados no combate à pandemia.

Fugindo de uma situação ainda mais agravada com a crise do corona, muitos argentinos querem se livrar de uma inflação que ultrapassa 40%. Dessa forma, profissionais com boa formação são estimulados por propostas vantajosas de emprego, seja na área de TI ou outras em franca aceleração.

Além disso, controles cambiais rígidos, colapso do PIB e mais de 20 mil argentinos morreram de Covid-19 estimulam à emigração ao país vizinho.

Esses e outros motivos incrementam o mercado imobiliário e promovem um crescimento econômico do país. Complexos hoteleiros e empreendimentos saltam aos olhos onde se conjugam alta qualidade de vida e natureza intocada, tanto no litoral como no campo.

Corretores comemoram fechamentos vantajosos em cidades de veraneio que se tornaram alvo de altos investimentos, como afirma consultores que grandes grupos imobiliários, como a Terramar Christie, empresa uruguaia, filiada ao ramo imobiliário de uma conceituada casa de leilões inglesa.

Já estabelecido no país desde 2010, o Hotel Fasano investiu em paisagismo e conforto para ser a aposta de celebridades como a modelo israelense Bar Rafaeli, o guitarrista Ron Wood e o DJ David Guetta. Não é por menos, o Fasano ocupa uma área majestosa de 480 hectares e vendeu só em 2011 mais de 20 lotes com mais de cinco mil metros quadrados a partir de R$1,7 milhão.

Foto Hotel Fasano – Fonte: Google

O que mais seduz esses milionários que descobriram no Uruguai o refúgio perfeito?

  • Segurança, democracia consolidada e instituições sólidas.
  • População pequena de cerca de três milhões de habitantes e salário mínimo de 7.600 pesos uruguaios.
  • Milionários que alugam casas de temporada por R$258 mil por dez dias, como um dos fundadores do Facebook, Sean Parker.
  • Aeroporto de Punta del Este, El Jaguel em alta movimentação, superando a ancoragem de iates na marina local. Dados estimados em R$1,7 bilhão.
  • O país é considerado um investimento seguro para investidores que buscam ativos sólidos.
  • Mais de 100 argentinos pedem residência por semana no Uruguai.
  • Dados do governo indicam de que aproximadamente 13 mil argentinos chegaram ao país entre março e setembro.

E as políticas públicas e fiscais uruguaias não param por aí, e partir de julho, estrangeiros que moram pelo menos 60 dias por ano no país e investem em imóveis de valor superior a US$ 388 mil podem se tornar residentes. Os recém-chegados também ganham o direito de residência investindo mais de US$ 1,7 milhão em um negócio que gere pelo menos 15 empregos de tempo integral. 

Depois dessa… eu ainda não conheço, mas provavelmente será meu próximo destino de passeio e quem sabe de investimentos e moradia.
E o seu?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *